23 de ago de 2009

A Tapioca Pernambucana

A Ladainha

Bem, depois de mais um ano longe da terrinha e lembrando dos domingos no Alto da Sé em Olinda, me veio uma vontade danada de comer uma tapioca. Aproveitando uma ida a feira aqui em Sampa, comprei a tal da mandioca e fui a luta na busca da legitima tapioca Pernambucana.

Pra quem não sabe a tapioca era o alimento básico dos índios brasileiros e ainda faz parte do cardápio dos brasileiros. Mais tarde, os colonizadores portugueses descobriram que a tapioca servia como bom substituto para o pão.
Não faz muito tempo, porém, que a tapioca atraiu a atenção de alguns criativos chefs da culinária brasileira. Estes usaram suas habilidades e criaram versões inovadoras da tapioca.

Os recheios dão um toque especial à tapioca e variam de acordo com o gosto e a região onde a tapioca é consumida. Pode ser apenas com manteiga ou com coco fresco ralado, ou pode ser mais sofisticado, como leite condensado, queijo, banana, chocolate, carne-de-sol, morango com chocolate, charque, bacon e goiabada com queijo, dentre outros.

Agora vamos parar de ladainha e colocar a mão na massa.


Ingredientes:

1/2kg de farinha para tapioca (bijou ou polvilho)

Água o suficiente para cobrir
Sal a gosto
Queijo coalho


A Peleja:

Primeiro Passo:

Coloque a farinha em uma tigela grande e coloque água até cobrir e ficar pelo menos dois dedos acima da massa. Deixe de um dia para o outro em repouso para dissolver bem. Depois seque com a ajuda de um pano limpo sem deixar excesso de água. Esfarele essa massa com as mãos e passe pela peneira e acrescente um pouco de sal.


Segundo Passo:

Em uma frigideira anti-aderente, espalhe a farinha e modele a tapioca como uma panqueca no fundo da frigideira. O segredo é deixar a frigideira ficar bem quente antes de colocar a massa.O ponto é bastante rápido, assim que desgrudar o fundo da frigideira, vire-a por alguns segundos e estará pronta. Basicamente a massa tem que secar na frigideira, não fritar.Não deixe escurecer nem endurecer. Recheie com coco e queijo coalho (essa é a tradicional).


Dica: para uma tapioca bem leve, peneire bem a massa e na hora de colocar na frigideira ponha a quantidade suficiente para cobrir o fundo, sem ficar espessa.

Acompanhamento:

Um café bem forte.


Bom apetite!!!!

Um comentário:

  1. deliciosa sou pernambucana e a 4 anos moro em sp e sempre faço pra matar a saudades da minha terra parabéns pela receita maraaaaaa

    ResponderExcluir