4 de fev de 2010

Cartola Pernambucana


A cartola foi considerada Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado de Pernambuco pela Lei 13.751. A sobremesa traduz um pouco da deliciosa gastronomia do Estado. Cartola é, definitivamente, a cara de Pernambuco.

A receita, que combina banana madura, queijo de manteiga, canela e açúcar é uma mostra de miscigenação dos três principais povos formadores da nossa cultura, sendo produzida pela primeira vez nas casas-grandes dos engenhos. O prato, portanto, como tantas outros, nasceu da mistura de ingredientes, técnicas, experiências e hábitos culturais do colonizador português, do índio e do escravo africano.

O nome se deve, provavelmente, à cor escura da canela e ao formato alto do queijo sobre a banana - que remotamente lembra uma cartola usada pelos lordes ingleses.
Fonte: Folha de Pernambuco e site da Assembleia Legislativa

INGREDIENTES:

2 bananas pratas maduras, 1 colher de sobremesa de manteiga, 2 fatias grossas de queijo do sertão, 1 xícara de açúcar cristal, 2 colheres de sopa de canela.

A PELEJA:

- Frite as bananas na manteiga, até que fiquem bem douradas. Coloque já no prato em que vai ser servida.

- Derreta o queijo, no fogo (se necessário use um pouquinho de leite). Esse queijo deve cobrir completamente as bananas.

- Misture açúcar e canela. E cubra o queijo, generosamente. Tanto que sobre bastante, pelos lados do prato - posto que, com freqüência, se usa esse excesso para besuntar a garfada dessa banana com queijo. Sirva imediatamente.

Inté!!!!

Um comentário:

  1. Olá!
    Estou aqui pela primeira vez e gostei muito! Gostaria de aproveitar e convidá-los a participar do sorteio/concurso do meu livro de receitas Musses, Pastas e Antepastos. Vejam como no meu blog Aromas e Sabores.
    Parabéns pelo blog e parabéns à Pernambuco, por valorizar seu patrimônio!

    ResponderExcluir