26 de abr de 2008

Risoto de funghi secchi
By Cris Carezatto, vulgo Cris “Di Menezes”




E lá vem mais uma receita. Conforme prometido, mais rápida e com poucos segredos e menos trabalhosa. Tá... tudo bem. Dessa vez não vou exigir uma vista da praia de Guadalupe. A receita é da Cris. Eu fiquei responsável pelos ajustes e piadinhas infames.
Então anotai: (ou dá um control c, control v)






Ingredientes:

- 30 g de funghi secchi (você encontra isso em supermercados. Óbvio que se você for naqueles meia-boca, você não vai achar nada, ou se achar alguma coisa é capaz de passar mal. Portanto, vá num supermercado decente e compre um bom “fungo seco”);
- 1 cebola média bem picadinha;
- 2 xícaras (chá) de arroz para risoto (prestenção! Tem que ser de RISOTO!! Não me venha com arroz de saquinho, senão vai ter porrada!);
- 1 ou 2 cubos de caldo de carne dissolvidos em 1½ litro de água fervente;
- 1 xícara (chá) de vinho branco seco (pode ser qualquer um vinho branco seco. Se não quiser comprar uma garrafa de vinho fuleiro, só pra fazer esse prato, use um pouco do vinho tinto que vai dá no mermo);
- Uma garrafa de vinho tinto “Quinta de Cabriz” ou a gosto;
- 60 g de manteiga;
- ½ xícara (chá) de queijo parmesão ralado (compra um queijo bom! Faz toda a diferença);
- sal a gosto;
- dois ovos brancos;
- farinha de mandioca (uma xícara de chá)

Modo de preparo:

Trinta minutos antes de iniciar o risoto, abra o vinho tinto e sirva-se de uma taça. Então lave muito bem os funghi, retirando o máximo possível de terra. Coloque-os em uma tigela pequena e cubra com ½ xícara (chá) de água e ½ xícara de vinho branco seco mornos. (tem que ser morninho.Nem fervendo nem frio, morno!)

Deixe repousar por 30 minutos. Ao final do tempo, retire os pedaços de cogumelo hidratados do líquido, que deverá também ser reservado (guarde esse liquido que você vai precisar dele). Corte os cogumelos em pedaços pequenos (do tamanho que você consiga comer sem precisar de uma faca) e reserve.


Em uma panela média, aqueça ¾ da manteiga (se você não for bom de matemática, pegue um taco de manteiga e jogue na panela) e junte a cebola. Quando a cebola estiver começando a dourar, acrescente os pedacinhos de funghi e cozinhe por 1 minuto. Junte o arroz, misture bem, e deixe no fogo até o arroz começar a ficar transparente (+ ou - 2 minutos).

Tá lembrado daquele líquido que sobrou da hidratação do funghi e que eu mandei guardar? Pronto. Vá colocando aos poucos no arroz e vá mexendo. Não pare nunca de mexer pra não grudar nada no fundo na panela. Vá mexendo até secar. Pegue aquele litro e meio de água morna, onde você derreteu o tablete de caldo de carne e vá acrescentando ao arroz com uma concha. Ponha somente uma concha por vez, mexa até que seque, então repita a operação ate que você tenha colocado todo o caldo. Vai demorar para evaporar toda essa água. E por isso você deve ter paciência e braços fortes. Caso não tenha braços fortes, pode mexer com a outra mão também, chamar os amigos para ajudar; qualquer coisa vale só não pode parar de mexer e deixar o risoto grudar no fundo da panela. Nunca deixe o risoto grudar no fundo da panela!!!

Mantenha o risoto no fogo até que o arroz esteja cozido, mas al dente. Isso quer dizer, nem muito mole, nem muito duro. Desligue o fogo, acrescente o restante de manteiga, misture bem e junte o parmesão. Sempre mexa com cuidado, senão você vai ter uma papa e não um risoto.

Sirva imediatamente!!! Se quiser pode juntar um pouco de batata palha. Ou você pode fazer uma carne grelhada que fica muito bom com uma saladinha de rúcula com tomates cereja e mussarela de búfala. Vai ficar gostoso do mesmo jeito.

Agora, se não der certo... ai veja... ta lembrado daqueles dois ovos brancos e a farinha? Jogue os ovos numa frigideira, misture com a farinha e coma. Mas, pra esse prato ter ficado ruim, tu deve ser pior que Ludmila na cozinha. Os ingredientes misturados não têm como não prestar. A menos que você tenha queimado tudo. Neste caso vai uma sugestão: largue as drogas. Pare com a bebida. Isso não ta lhe fazendo bem.

Bom apetite!

Chef Carezatto (e Subordinado Di Menezes)

Um comentário:

  1. Oi amigos de tanto tempo! Mas será que é necessário dizer quantos anos.....??????
    Estou adorando todo o blog de vocês. Repleto de bom humor e não poderia ser diferente. Vou divulgar.
    Faço sempre um rizoto ao funghi,bem parecido com este e uma dica que aprendi e que acho que dá um toque especial a seguinte: no primeiro refogado,juntamente com o fungui, acrescentem mais ou menos meia xícara de jerimum ralado (crú). E no final, quando colocamos a manteiga, p/ dar o brilho, diminua a manteiga e acrescentem, mais ou menos 150g de creme de leite fresco( aquele de garrafinha)e misturem até atingir o ponto do rizoto. Fica uma variação maravilhosa.
    Depois mando a receita de rizoto com jerimum e charque. É imperdível!!! BjS!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir